PET IHAC VISITA A ASSOCIAÇÃO EMÍLIA MACHADO NO BAIRRO DE MARECHAL RONDON

No último sábado, dia 10 de agosto de 2019 estiveram na Associação Emília Machado, localizada no bairro de Marechal Rondon as petianas Ana Beatriz, Edenice e Flávia, junto com nossa tutora Isa para desenvolvermos nossa primeira atividade de extensão nesta localidade. Neste dia tivemos, também, a participação da ex petiana Rebeca na qual descreveu sua trajetória como petiana,  Bacharel do BI e Bacharelanda do Curso de Progressão Linear.

As primeiras atividades do dia iniciaram às 09:00h da manhã com duas enfermeiras, as quais apresentaram sua profissão, o mercado de trabalho para este campo, a base salarial, os grupos de pesquisas dos quais fazem e fizeram parte e os seus currículos. Esclareceram várias dúvidas dos jovens que almejam seguir esta profissão e auxiliaram os que desejam cursar a área de Bombeiro Civil, dentro dos seus conhecimentos.

Ao encerrarem, aproximadamente às 11:20 iniciamos a atividade do PET, a  princípio apresentamos o Programa de Educação Tutorial, as atividades que desenvolvemos como petianos e relatamos nossa experiência com o tripé ensino, pesquisa e extensão. Compartilhamos alguns projetos realizados, além de exemplificarmos sua importância dentro da universidade.

 

Em seguida compartilhamos nossos anseios e vivências como estudantes da UFBA e esclarecemos sobre o que é o Bacharelado Interdisciplinar, apresentando nosso curso individualmente, suas características e áreas a serem seguidas após a conclusão do primeiro ciclo, além de discutir as curiosidades dentro do curso.

No universo de aproximadamente 50 jovens, apenas uns 5 demonstraram interesse em realizar o ENEM neste ano e, à medida que foram surgindo dúvidas entre os mesmos, fomos esclarecendo através dos nossos próprios relatos. 

A tutora Isa informou sobre a possível realização de encontros para resolução de questões do ENEM, apresentando Flávia para área de Química. Edenice falou da disponibilidade para ministrar mini-oficinas de artes, principalmente o artesanato com materiais reciclados. 

Ao final de toda a exposição, alguns alunos vieram conversar com as petianas e a tutora sobre as possibilidades de futuro, tanto individual quanto da própria associação. Foi uma experiência extremamente interessante, no sentido de mostrar para nós tanto uma outra realidade quanto nos fazer relembrar de momentos do passado quando estivemos naquele local de incertezas e perspectivas tão diversas para o futuro. 

 

 

Escreva um comentário